Estados e Capitais do Brasil
 

Regiões do Brasil


Região Norte

As tão conhecidas Regiões do Brasil são agrupamentos de estados que possuem uma função de auxiliar a interpretação estatisticas, criação e execução de gestões públicas de interesse comum e orientação para o governo na aplicação de politicas públicas. A divisão do territorio brasileiro foi realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que levou em consideração os seguintes aspectos: proximidade territorial e condições naturais. No quesito condições naturais, o que definiu essa divisão foi o clima, o relevo, a vegetação e a hidografia de cada região. Por conta disso, essas regiões também são conhecidas como “regiões naturais do Brasil”.

As regiões não tem personalidade jurídica. Isto significa que, apesar de serem importantes para o auxílio de atividades do governo, não funcionam como, por exemplo, um estado, que pode ter leis próprias e tem um representante eleito. Não existe autonomia política nas regiões brasileiras, mesmo sendo elas definidas por lei.

Antes de possuir a divisão que estamos habituados, as divisão do território nacional em regiões sofreu algumas mudanças. A primeira divisão em regiões foi feita em 1913 com o simples objetivo de facilitar o estudo de geografia nas escolas. Após estudos e pesquisas dos aspectos naturais e ambientais, além de mudanças nos territórios dos estados brasileiros, conseguiu-se formar as regiões que conhecemos hoje, nomeadas com nomes de pontos cardeais mais relacionados com sua posição.

São divididos em cinco grandes grupos:

  1. Região Centro-Oeste
  2. Região Nordeste
  3. Região Norte
  4. Região Sudeste
  5. Região Sul

Os estados das regiões foram agrupados conforme características ambientais, tais como clima, relevo e vegetação. Por exemplo, a região Norte possui uma característica bem marcante que é a presença do rio Amazonas e a vegetação de floresta.