Estados e Capitais do Brasil
 

Culinária de São Paulo


1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (2 voto(s), média: 5,00 de 5)

No período em que São Paulo ainda não era um estado economicamente desenvolvido – durante os séculos XVI e XVII – as condições de vida dos colonizadores e nativos influenciaram diretamente nos hábitos alimentares da população. Para se sustentar com o que a terra oferecia, era preciso ter criatividade e flexibilidade. O milho, herança da culinária indígena, estava entre os alimentos mais usados.

Diversos pratos da gastronomia paulista vieram como uma forma de adaptação dos tropeiros ao trabalho árduo que tinham na região, recorrência de fatores históricos. Naquele tempo, além de um preparo prático, eles precisavam de alimentos que se mantivessem conservados durante uma longa viagem sem estragar. Os pratos de maior identidade paulistana surgiram durante esse período, como o virado à paulista, por exemplo.

Afogado

AfogadoÉ um prato tipicamente paulistano. Trata-se de um ensopado de carne de vaca servido com farinha de mandioca. Costuma ser preparado em grandes quantidades e servido em diversas festas na cidade, como quermesses e outras festas de cunho religioso.


Virado à paulista

Virado á paulistaTambém conhecido apenas como “virado”, é uma receita típica caipira da cidade de São Paulo, normalmente preparada com sal, alho, cebola, feijão cozido e refogado com gordura. Depois acrescenta-se farinha de mandioca até que ela absorva toda a gordura. Ovos fritos, linguiça, torresmo, couve e costela de porco são os acompanhamentos mais usados na hora de servir.


Bauru

BauruO nome desse lanche era o apelido de Casimiro Pinto Neto, um radialista natural da cidade de Bauru, no interior do estado de São Paulo. Foi Casimiro quem propôs a criação do sanduíche ao garçom de um restaurante que ele costumava frequentar no Largo do Paissandu, na capital paulista. A receita original levava rosbife, picles, fatias de tomate, queijo mussarela derretido, presunto, orégano e sal, tudo isso recheando um pão francês sem miolo. Hoje em dia existem diversas adaptações do sanduíche, mas nem todos são considerados legítimos.


Caipirinha

CaipirinhaA bebida é conhecida em internacionalmente e seus ingredientes são limão-taiti com casca, açúcar, gelo e cachaça. Servida na maioria dos bares brasileiros, geralmente é preparada para um copo por vez, já que não tem uma dosagem fixa, fazendo com que os ingredientes não se misturem regularmente.


Edifício Copan - São Paulo/ SP MASP - Museu de Arte de São Paulo/ SP Estação Ferroviária da Luz - São Paulo/ SP Teatro Municipal de São Paulo/ SP Ponte Octávio Frias de Oliveira - São Paulo/ SP Parque do Ibirapuera - São Paulo/ SP