Estados e Capitais do Brasil
 

Floresta Amazônica


1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (Nenhum voto ainda)

Também conhecida como Floresta Latifoliada Equatorial, com 45% do território ocupado, incluindo parte da área de nove países, a Floresta Amazônica é a maior vegetação natural do Brasil. Classificada como a floresta tropical de maior extensão – 5,5 milhões de km² de área aproximada – com mais de 30 mil tipos de plantas, cerca de 2500 tipos de árvores e uma grande quantidade e variedade de espécies em sua fauna, a heterogeneidade é a sua maior característica. Outro fato característico acontece durante o outono, quando as suas folhas não são perdidas se mantendo verde durante todo o ano, permanecendo num estado de perenidade.

A floresta Amazônica é classificada de acordo com os cursos de água. Portanto, a Mata de Terra Firme, a Mata Várzea e a Mata de Igapó são seus três subtipos principais.

Mata de Terra Firme

floresta amazonicaLocalizada em planaltos sedimentares, a Mata de Terra Firme também é conhecida como caetê. Sua característica principal é estar relativamente distante dos grandes cursos d’água. Por isso, a mata raramente se torna alvo de inundações por apresentar as maiores médias de altura e recobrir a maior parte da floresta.

Mata Várzea

amazoniaAs inundações são um problema recorrente na Mata Várzea, devido à sua localização elevada quando chega o período das cheias. Com difícil acesso, é uma mata muito fechada, possuindo galhos espinhosos, árvores altas e densidade elevada. O Jatobá e a Seringueira são as espécies mais conhecidas, sendo a segunda bastante utilizada na extração da matéria-prima da borracha, o látex.

Mata de Igapó

igapó-amazoniaEm estado permanente de inundação, uma das principais características da Mata de Igapó é a sua localização muito próxima aos rios, além de ser conhecida também como floresta alagada. Em relação ao restante da vegetação da Amazônia, a mata é constituída de plantas acostumadas a se adaptar à umidade (hidrófilas) e de pequeno porte.

É em sua função ambiental que a Floresta Amazônica revela sua importância. Os conhecidos Rios Voadores são produzidos graças a constante evapotranspiração da floresta, que é resultado do aumento da umidade, possibilitando o controle das temperaturas. A Floresta Amazônica e o Bioma Amazônia não devem ser confundidos. As características da floresta limita-se ao primeiro, e as características gerais que envolvem os rios, os animais e à mata, refere-se ao segundo.