Estados e Capitais do Brasil
 

Bandeira do Rio Grande do Norte


  
Bandeira do Rio Grande do Norte

bandeira do Rio Grande do Norte foi instituída através de uma lei, sancionada pelo então governador Dinarte de Medeiros Mariz, em 1957. A idealização partiu de um grupo de pessoas ligadas à cultura potiguar, cabendo ao historiador Luís da Câmara Cascudo a responsabilidade de estudar a forma do pavilhão.

A bandeira possui formato retangular e é composta por dois retângulos horizontais, sendo um na cor verde (superior) e o outro na cor branca (inferior). No centro está posicionado o brasão do estado, dentro de um escudo francês moderno dourado. Com uma economia, essencialmente extrativista, o Rio Grande do Norte expõe em sua bandeira o que é e, principalmente, o que há muito tempo foi a principal fonte de renda de sua população.

SIMBOLISMO

  • A cor verde simboliza a esperança;
  • A cor branca representa a paz;
  • A cor amarela do escudo simboliza as riquezas minerais;
  • O coqueiro (à esquerda), a carnaúba (à direita), a cana-de-açúcar (ramos inferiores) e o algodão representam a flora do estado;
  • A jangada e o mar representam as atividades econômicas que dependem do mar: a pesca e a extração de sal. O Rio Grande do Norte produz 95% do sal do Brasil;
  • A estrela branca representa Lambda Scorpii (Shaula), estrela que, na Bandeira do Brasileira, corresponde ao estado do Rio Grande do Norte.

Bandeira da Capital

Praia de Genipabu - Extremoz/ RN Vista aérea do maior cajueiro do mundo - Parnamirim/ RN Praia de Pipa - Tibau do Sul/ RN Castelo Di Bivar - Carnaúba dos Dantas/ RN Castelo Zé dos Montes - Sítio Novo/ RN Castelo de Engady - Caicó/ RN